segunda-feira, 17 de março de 2014

Simples amar

Pra falar de amor... visto-me de lua, salpico estrelas pelo chão, olho a saudade, vejo os olhos da paixão me queimando, sinto cada arrepio do toque das mãos, viajo em pensamentos, salgo minha face, sorrio bobo, deito-me entre pernas, abraço perfumado, escrevo com a ponta dos dedos no suor das costas, reverbero quando vejo a face do sorriso alheio, ando descalço sobre o solo dos colchões, descubro terras nunca mexidas, cantarolo, vejo borboletas, passarinhos, reparo em cada detalhe que há nas flores... pra falar de amor me desnudo, salto entre pedras, pulo entre círculos de fogo, domo feras, desvio o olhar de tão encabulado, cozinho, lavo, passo, faço cafuné, balanço na rede... pra falar de amor sou tão eu que me perco em ti... pra falar de amor beijo, nada falo, recosto minha cabeça, colo. Pra falar de amor silêncio, murmúrios, olhar dizendo tudo, mãos consentindo e guiando mãos... pra falar de amor, pra falar de amor.

quinta-feira, 6 de março de 2014

Justo Agora ou Metá Metá

Não precisava ser antes
justo agora
quando meu coração pulsa regular
justo agora
quando minh'alma sedenta espera
não precisou de signos ou sinais
justo agora
que sou todo
justo agora
reluziu o brilho seu em minha frente
justo agora
parti em desatino
medo, receio, sei lá
mas justo agora
quero de novo ver seu sorrir
justo agora
onde estás?
justo agora
com sua inquietação
justo agora
diz onde posso te encontrar
justo agora.

Novos espaços, outros cantos


Cabeças Cortadas Universo de Retalhos - Parceria com minha irmã Danielle Freitas

Parte de mim - o que vira escrita...

Os que me olham, me sentem e me acomapanham

Contador de visitas

Contador de visitas