quinta-feira, 6 de março de 2014

Justo Agora ou Metá Metá

Não precisava ser antes
justo agora
quando meu coração pulsa regular
justo agora
quando minh'alma sedenta espera
não precisou de signos ou sinais
justo agora
que sou todo
justo agora
reluziu o brilho seu em minha frente
justo agora
parti em desatino
medo, receio, sei lá
mas justo agora
quero de novo ver seu sorrir
justo agora
onde estás?
justo agora
com sua inquietação
justo agora
diz onde posso te encontrar
justo agora.

Nenhum comentário:

Novos espaços, outros cantos


Cabeças Cortadas Universo de Retalhos - Parceria com minha irmã Danielle Freitas

Parte de mim - o que vira escrita...

Os que me olham, me sentem e me acomapanham

Contador de visitas

Contador de visitas