quinta-feira, 10 de maio de 2007

Visita a saudade

Aquele desejo infinito de estar... Como se faltasse algo e o dia apesar de lindo, poderia ter mais pássaros, mais cores. Ouvindo a Sade, pensando bastante na minha vida, no que quero, lembrando um pouco do passado... Sou româtico, não tenho como não pessar um pouco no que passou... Gosto de ouvir boa música... É como se eu tivesse o poder de voar, de viajar por mundos, corpos... Minha alma parece sentir que algo vai acontecer e acaba influindo meu corpo, minha cabeça... Hoje por exemplo irei viajar fisicamente e aí é que me transmuto, me transformo, transbordo. Meu coração dispara e meu pensamento viaja a quilômetros-luz. Vou visitar a saudade, vou tentar diminuí-la, sei que é difícil, mas estarei indo, resistente, persistente.

domingo, 6 de maio de 2007

A cinza das horas

Andei passando pelas ruas hoje à tarde... Estava cansado de estar dentro de casa, sem conversa, sem companhia... Mudei as plantas de lugar, fumei por todos os cantos, lavei roupas, arrumei a casa, saí para passear, queria na verdade encontrar alguém, poder conversar, sentir o calor humano. Ando meio triste nos últimos dias, mas ninguém percebe, ainda está dando pra esconder e bem na verdade eu não estou afim de mostrar pra ninguém, apenas gostaria de ter um colo amigo, poder chorar as faltas que sinto, a saudade de minha mãe... Mas andei plas ruas, não encontrei ninguém e o meu sentimento de solidão aumentou, pois pelo menos em casa eu estava sozinho mesmo, e não sozinho na multidão das ruas.

Novos espaços, outros cantos


Cabeças Cortadas Universo de Retalhos - Parceria com minha irmã Danielle Freitas

Parte de mim - o que vira escrita...

Os que me olham, me sentem e me acomapanham

Contador de visitas

Contador de visitas