sábado, 11 de julho de 2009

disposto

Um tanto de palavras se perderam no caminho.
Eu quis dizer, quis pronunciar verdades, carinhos.
Peguei papel, caneta, tentei escrever, mas não vinham.
Então abracei, encostei meu corpo, e deixei que minh'alma falasse.

3 comentários:

Solange Maia disse...

E quantas vezes as palavras nos fogem, não é ?

Aí... é só sentir...

Beijo grande,

Solange

http://eucaliptosnajanela.blogspot.com

todosossentidos disse...

Palavras...
As vezes fogem para longe...

Abração

Neo

fabio ferreira disse...

deu certo né?
bjs

Novos espaços, outros cantos


Cabeças Cortadas Universo de Retalhos - Parceria com minha irmã Danielle Freitas

Parte de mim - o que vira escrita...

Os que me olham, me sentem e me acomapanham

Contador de visitas

Contador de visitas