domingo, 23 de agosto de 2009

Boa tarde

Quero ver teu sono, teu pranto, teu sorriso.

Amálgama minha, deleita-se, deita-se sobre meu corpo,

estarrece-me em gozo, unta-me com teu suor,

deixa-me saborear a força que emana do teu peito,

prende-se aos meus pêlos, aninhando-se em meus braços.

Brigando vou com o vento que lambe o teu rosto.

Brisa leve que uiva em meus ouvidos,

sussurrando-me palavras ternas e doces.

Amo tua voz, teus lábios, tua sinceridade constante.

Louvo-te sempre, acalenta-me todo, valorizo nossos segundos,

vivo-te agora, quero-te ao longo do saborear, do prazer recíproco.

Vou-te sempre e quando não houver mais amor carnal,

seremos almas amigas, contemplação.

Novos espaços, outros cantos


Cabeças Cortadas Universo de Retalhos - Parceria com minha irmã Danielle Freitas

Parte de mim - o que vira escrita...

Os que me olham, me sentem e me acomapanham

Contador de visitas

Contador de visitas