sábado, 28 de agosto de 2010

Senhor de mim

Uma paixão arrebatadora,

pode ser.

Um amor puro e crescente,

pode ser.

Quando a lua se debruça sobre o mar

e as luzes se acendem ao passar.

Quando liberdade se instaura junto ao gostar.

Não importa tanto o que pode ser,

Mas sim o quão a tranquilidade se faz presente

E já não quero viver sem este estado.

E sinto que tudo que eu queria me esperava,

Bastou somente eu confiar no tempo.

Nenhum comentário:

Novos espaços, outros cantos


Cabeças Cortadas Universo de Retalhos - Parceria com minha irmã Danielle Freitas

Parte de mim - o que vira escrita...

Os que me olham, me sentem e me acomapanham

Contador de visitas

Contador de visitas