quarta-feira, 1 de outubro de 2008

meu amor, minha paixão


Me possua, me toma em teus braços,
Largue-se sobre mim, me deixando banhando em teu suor.

Vence as tuas incertezas, deixa de lado qualquer pensamento vão.

Faz tuas mãos percorrerem todo meu corpo, beija-me, suga-me.

Fala o que quiser, faça o que quiser, sou todo seu.

Eu te amo tanto, que não quero mais esconder, não dizer.

Essa minha paixão embebeda-me, queima aqui dentro.

Te quero, te desejo, nada de preconceitos, nada de amarras, apenas o desejo, o amor, a paixão.

Livres, somos e continuaremos livres, mas me pegue, me enche, me transborda.

Quero sentir seu gosto, seu teto, segurar nos ombros.

Me possua, me arde, me lambe, pisa na terra do meu corpo, transcende minha alma.

Meu amor, minha paixão.

Nenhum comentário:

Novos espaços, outros cantos


Cabeças Cortadas Universo de Retalhos - Parceria com minha irmã Danielle Freitas

Parte de mim - o que vira escrita...

Os que me olham, me sentem e me acomapanham

Contador de visitas

Contador de visitas