sábado, 25 de outubro de 2008

Saudade


Quanta saudade minha Grandona!
Hoje lembrei muito mais de ti, a saudade apertou...
Ouvindo Piaf, depois a Barbra, lembrei dos sábados de faxina, do sorriso solto.
Não quero esquecer de seu rosto, do seu jeito.
Não quero me desprender de nada seu que esteja em mim.
Saudade meu amor, muita saudade.

Um comentário:

nilma disse...

Também sinto a mesma saudade!!!!!!!
Não quero e não a esquecerei jamais.

Novos espaços, outros cantos


Cabeças Cortadas Universo de Retalhos - Parceria com minha irmã Danielle Freitas

Parte de mim - o que vira escrita...

Os que me olham, me sentem e me acomapanham

Contador de visitas

Contador de visitas