segunda-feira, 25 de maio de 2009

Desejo

Ações que invadem o corpo.

Pensamentos que transmutam o pensar.

Palavras que saltam à boca.

Olhar que perfura paredes.

Sonho que paira o real.

Riso que sossega o íntimo.

Língua que atenta o beijar.

Conversa que instiga declarar.

Distância que almeja aproximar.

Nome de pronúncia, soletrar.

Noite que se finda clara.

Dia permanece a se ver.

Sono para sempre estar.

Cigarros para ver tragar,

chance de a sós ficar.

Tempo curto só prolongar.

Silêncio tolo para confundir.

Perguntas para sem resposta ficar.

Assim sempre o ir até o voltar.

2 comentários:

Avassaladora disse...

Zingador... Gosto de nick...rsrsrs

Vc é de uma sensualidade e de uma paixão em seu poemas que me deixam atordoada...rsrsr

Sim!


A gente lê e fica arrepiada, moço...


Quanto sentimento!



Beijos avassaladores!

todosossentidos disse...

E aí meu brother!!

Tempo sem vir aqui..
Visual muito bacana hein. E o texto também ótimo!

Abraço pra vc!


Neo

Novos espaços, outros cantos


Cabeças Cortadas Universo de Retalhos - Parceria com minha irmã Danielle Freitas

Parte de mim - o que vira escrita...

Os que me olham, me sentem e me acomapanham

Contador de visitas

Contador de visitas