quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

noite, tropeço, verdade

Agora que é só azul e o sol faz arder um calor visceral, durmo de madrugada e acordo mais tarde, porque é de noite que a brisa vive.
------- ...
Um passo descompassado e tropeço. Você me segura não me deixando cair, olho-te nos olhos e vejo mais que mãos amigas, vejo um futuro ao seu lado.
------- ...
A frase que você me disse não sai do meu pensamento.

4 comentários:

Roberta Albano disse...

olha, meus textos são curtos mas esse hein XD

entendi a ideia
'frases' ^^

*** Cris *** disse...

Olá,td bem?
Vc me parece ser um encanto de pessoa, sinta-se abraçado.

Alexandre Alves disse...

oi tudo bem?
obrigado por acompanhar meu blog. o seu tb é muito interessante.
ah, a cris tb é uma pessoa muito legal. gosto do blog dela.
abraços e estou te add na minha lista, estou te seguindo a partir de já tb rsrss.
abraços

Menino-Homem disse...

"é de noite que a brisa vive"
você resume em palavras, mas alarga em sentidos...

Novos espaços, outros cantos


Cabeças Cortadas Universo de Retalhos - Parceria com minha irmã Danielle Freitas

Parte de mim - o que vira escrita...

Os que me olham, me sentem e me acomapanham

Contador de visitas

Contador de visitas