quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

Encontro

Não era para ser nesse momento, ou era?

No meio da folia, da agonia, dos trios elétricos, de tantas pessoas, eu não imaginava encontrar. Quando a cidade se enche de gente, justamente quando não imaginava encontrar, apareceu, sorriso no rosto, aquelas fundinhas na bochecha, sorriso expansivo mesmo e eu olhando sem parar enquanto conversava com um amigo em comum. Eu olhava como se dissesse: "Você não vai me apresentar?"

Não consegui parar de olhar para aquele sorriso, aquela boca, aqueles olhos que também me olhavam. Estava inerte, estava em contato profundo, estava ali, queria apenas um beijo para entrelaçar o futuro, para compreendermo-nos. Então fez parte do que eu gostaria de fazer e fui tímido suficiente para tanto, se apresentou, falou seu nome, perguntou o meu e eu queria apenas lhe dizer que estava pronto, que tudo era possível juntos, que ali era o marco zero, o encontro maior que nos tornaria mais felizes, mais completos.
Não vi mais depois daquele momento, não estive mais ao seu lado, mas ando pensando muito, bastante. O sorriso, a fundinhas, o toque na mão. Sinto que tornaremos a nos ver em breve, sinto mesmo. Aqui dentro de mim existe esse sentimento, essa certeza. E estarei pronto para quando isso acontecer. Estarei.

3 comentários:

fabio ferreira disse...

Sempre prontos!!!!!!!!!!
A convite de minha querida amiga Bela, entrei na ciranda e estendo o convite a sua pessoa, meu querido. Trata-se da seguinte tarefa: Agarrar o livro mais próximo; Abrir na página 161; Procurar 5ª frase completa; Colocar a frase no blog; Repassar pra cinco pessoas. Espero que tope participar. bjs!

Menino-Homem disse...

...tem algo no meu blog esperando por você companheiro...
abraços!

Alexandre Alves disse...

Sentimento de um possivel reencontro... Já senti isso tb, amigo e digo que é agradável e pertubador simultaneamente. Mas muito agradável...
abraços e obrigado por mais uma oportunidade em ler seu texto.

Novos espaços, outros cantos


Cabeças Cortadas Universo de Retalhos - Parceria com minha irmã Danielle Freitas

Parte de mim - o que vira escrita...

Os que me olham, me sentem e me acomapanham

Contador de visitas

Contador de visitas