segunda-feira, 13 de abril de 2009

Fluir

*Porque todo desejo quer correr, percorrer e escorrer.


Não quero pedir.
Basta vir de lá pra cá.
Não quero respostas prontas.
Chega de ferramentas de sedução,
porque depois vem a contradição.
Vamos ser mais fáceis, legíveis.
Acredito na possibilidade de sermos bons,
do jeito que somos, sem maquiagens.
Não trace meu perfil,
não me venha com a história dos signos,
não pressuponha, apenas viva.
Quero ouvidos quando falar.
Sou todo ouvidos quando falares.
Quero colo, sou afago.
Não sou mãe, nem pai,
sou paixão, sou companhia,
vamos viver só de amor.
Quero saber como estás,
sair para comemorar.
Vamos viajar no fim de semana?
Não nos prendamos as datas,
vamos viver a cada dia, um por um.
Nada de contratos,
por mais que me pareça com um.
Só me mostro assim para ser simples.
Vivamos então.

6 comentários:

Roberta Albano disse...

o título do post é perfeito para a poesia =)
tudo se trata de viver a vida de forma fluida, espontânea. Viver de verdade e aproveitar os momentos com aquilo que você quer sem exitos e sem dúvidas

Avassaladora disse...

Eita, que volto e encontro um poema mais lindo ainda..
Andas inspirado ou apaixonado?

Fica a minha admiração... Adorei!


Beijos!

Estupidificado disse...

hummmm.. desse jeito vai acabar recebendo vários convites e/ou pedidos inusitados... sr abraço moço

fabio ferreira disse...

como é dificil essa tal autenticidade...sigamos em busca
bjs

Erica Maria disse...

Nossa...que lindo poema, repleto de entrega e sinceridade!

Bjos em teu coração!

Danielle Freitas disse...

Com certeza, vamos ser mais legíveis!

Novos espaços, outros cantos


Cabeças Cortadas Universo de Retalhos - Parceria com minha irmã Danielle Freitas

Parte de mim - o que vira escrita...

Os que me olham, me sentem e me acomapanham

Contador de visitas

Contador de visitas