segunda-feira, 6 de abril de 2009

outros devaneios

Uma noite qualquer aqui dentro, estive pensando no que poderia fazer, me programei, me desnudei, busquei não pensar em nada e agir, até acreditei mesmo na mudança, mas tive medo, tive frio, vesti a roupa, me cobri com um lençol, não tive sono, rezei, contei carneirinhos, ganhei na mega sena, não dormi, levantei pra fumar um cigarro, acabei fumando três, li um pouco e voltei pra cama as três da madrugada, peguei no sono.

5 comentários:

[ rod ] disse...

Devaneios só servem para nos pôr no caminho imaginário... tirar de nós a vida normal, casual e morna.

Abçs meu caro,




Novo dogMa:
boeMia...


dogMas...
dos atos, fatos e mitos...

http://do-gmas.blogspot.com/

Luiz Calcagno disse...

E provavelmente o relógio não parou...

fabio ferreira disse...

e provavelmente nada parou...o dia raiou...e tudo recomeçou...ou ou ou
bjs mara,mara,mara

Neo disse...

Amigo,

Passando pra matar saudade.
Tenho me consumido no tempo que nunca é suficiente.

Abração

Neo

Roberta Albano disse...

às vezes, o único tempo que eu tenho pra mim mesma é recusando o sono e ficando acordada até tarde.
acho que nao temproblema perder o sono e ler, desde que vc se sinta aproveitando esse tempo

Novos espaços, outros cantos


Cabeças Cortadas Universo de Retalhos - Parceria com minha irmã Danielle Freitas

Parte de mim - o que vira escrita...

Os que me olham, me sentem e me acomapanham

Contador de visitas

Contador de visitas