terça-feira, 29 de julho de 2008

Ainda


Ainda que finjas que eu não estou em sua frente...

Por mais que falar contigo eu não possa esperar mais que um balançar de cabeça e pescoço...

Mesmo que seu sorriso não tenha tanta propriedade e firmeza...

Ainda assim eu continuo tentando te dizer.

Dizer que não adianta se espernear, estremecer, escoimar-se, porque irei olhar-te nos olhos e dizer tudo que penso a respeito.
Porque sei o que acontece contigo, sei o motivo que te faz ter o coração mais acelerado, sei o que está atráz de seus olhos.

E mesmo quando eu me calar, estarei pensando a respeito e poderei emitir uma nova fala a qualquer momento.

Ainda assim, ainda assim.

Nenhum comentário:

Novos espaços, outros cantos


Cabeças Cortadas Universo de Retalhos - Parceria com minha irmã Danielle Freitas

Parte de mim - o que vira escrita...

Os que me olham, me sentem e me acomapanham

Contador de visitas

Contador de visitas