sexta-feira, 28 de novembro de 2008

Sempre primavera

Ah! se o tempo não tivesse de transcorrer tão rápido,
Se estar junto fosse sempre em magnitude
Eu poderia lhe dizer milhares d
e palavras,
Não precisaria dizer nada também
Sei que me entenderia
Sei que nossos olhos conversariam
por nós

Se todo dia fosso do jeito que tem de ser
Mas se neles estivéssemos juntos

Nosso amor cresceria, amadureceria
Mas enquanto os dias passam
Passamos, vivemos
Estampamos sorrisos
Eu me declaro, tu te declaras
Nos declaramos
Vivemos
Beijamos
E vamos, enfim
Porque enquanto um diz: "ao seu lado é sempre primavera"
Outro diz:"você me faz sorrir como menina"
E assim vãos os dois, corações acelerados, ritmados
O contra-ponto, o marco, a vida
Tudo é perfeito
Existem flores na primavera e elas me fazem sorrir.


6 comentários:

Zingador disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
freitasdanielle disse...

Se eu pudesse ter o dom da palavra...LIndo de +!

daniel disse...

po cara parabens vc realmente traduziu o que é amar além das palavras...abraços e continui sempre assim lindo!!!!

Caroline Campos disse...

Lindo! Quero qe faça uma para meu amor e eu...

TH14G0 T disse...

Esse amor transmite paz. Muito bonito! Parabéns.
abç

Bianca disse...

Realmente! Você sabe usar as palavras certas para explicar o que poucas pessoas conseguem explicar!
Um bjãoo meu amigo poeta!
Sua fã Bianca

Novos espaços, outros cantos


Cabeças Cortadas Universo de Retalhos - Parceria com minha irmã Danielle Freitas

Parte de mim - o que vira escrita...

Os que me olham, me sentem e me acomapanham

Contador de visitas

Contador de visitas